Psicoterapia: o que é, definições e aspectos centrais

Psicoterapia: o que é, definições

Afinal, o que é a Psicoterapia?

Vamos conversar sobre o que é a psicoterapia a partir de algumas definições teóricas e comentar sobre seus aspectos centrais.

Você vai entendar o que diferencia a psicoterapia, por exemplo, de uma conversa comum. Então, confira!

Para começar esta conversa, vamos recorrer à origem da palavra.  Psykhē, palavra grega, significa mente e therapeuein, curar. Originalmente, quer dizer, então, a cura da mente.

A seguir, veremos algumas definições. Elas podem variar, pois existem diversas abordagens e cada uma a compreende a psicoterapia de forma particular, com técnicas e objetivos diferentes.

Contudo, apesar das diferenças, há certa concordância a respeito de seus aspectos centrais, como veremos a seguir.

Definições de psicoterapia

Inicialmente, recorreremos ao Dicionário de Psicanálise, de Roudinesco e Plon (1998). Ele define a psicoterapia como um método de tratamento psicológico, exercido por um profissional treinado. E com o objetivo de auxiliar as pessoas a lidarem com suas dificuldades e sofrimentos de forma mais saudável.

Na sequência, selecionamos algumas definições de entidades reconhecidas nacional einternacionalmente. No âmbito internacional, a American Psychological Association e a UK Counsil for Psychoterapy e, no nacional, o Conselho Federal de Psicologia.

A American Psychological Association define psicoterapia como um tratamento colaborativo baseado na relação entre um indivíduo e um psicólogo. Seu objetivo é ajudar as pessoas a viverem de forma mais saudável, feliz e produtiva.

Segundo a APA, trata-se de uma relação diferenciada porque o psicólogo proporciona um ambiente favorável que permite conversar abertamente com alguém objetivo e que não faz julgamentos.

Já a United Kingdom Counsil for Psychotherapy a define como uma terapia baseada na fala, usada para tratar problemas emocionais e de saúde mental. Lembra, contudo, que ela pode incluir uma gama de outros métodos como arte, música, dramatização e movimento.

Segundo a UKCP, seu objetivo é ajudar as pessoas a encontrar melhores maneiras de lidar com as situações ou trazer mudanças na maneira como pensa e se comporta para, assim, melhorar seu bem-estar mental e emocional.

Por seu turno, o Conselho Federal de Psicologia, na Resolução CFP 10/2000, define a psicoterapia como um processo científico de compreensão, análise e intervenção realizado através da aplicação de métodos e técnicas psicológicas reconhecidos cientificamente, pela prática e ética profissionais.

De acordo com o CFP, o objetivo da psicoterapia é promover a saúde mental e propiciar condições para o enfrentamento de conflitos e transtornos psíquicos de indivíduos ou grupos.

Aspectos centrais da psicoterapia

Existe certo consenso de que a psicoterapia é um método de tratamento através do qual um profissional treinado, utilizando meios psicológicos, especialmente a comunicação verbal e a relação terapêutica, realiza, deliberadamente, intervenções com o objetivo de auxiliar o cliente a modificar problemas de natureza emocional, cognitiva e comportamental (Strupp, 1978, citado por Cordioli, 2008).

A partir de diferentes definições da psicoterapia, vimos que o que a diferencia de outras atividades refere-se a: quem a exerce, de que forma e com qual finalidade.

A psicoterapia requer a interlocução com um profissional treinado e habilitado, que exerce esta atividade respeitando princípios técnico-científicos e éticos, com a finalidade de promover mudanças em prol da saúde e do bem-estar de quem por ela procura.

 

error: Content is protected !!