Complicações no luto: saiba identificar quando uma ajuda especializada é bem-vinda

Complicações no luto

O luto é um período passageiro. Contudo, em alguns casos, existem complicações neste processo.

Então, vamos falar sobre isso.

Afinal, é bom saber quando uma ajuda especializada é bem-vinda.

A psicoterapia, presencial ou online, por exemplo, pode ser uma grande aliada neste período de maior sofrimento emocional.

O que é o luto e qual sua função?

Primeiramente, é bom saber que o luto é um período de elaboração de uma perda.

Ela pode ser em razão de situações como morte, perda ou separação.

Cada pessoa tem sua vivência particular neste processo.

Entretanto, tristeza e um maior grau de introspecção são comuns nesse período.


Infelizmente, ainda há estigma a respeito do luto e pouco se fala a respeito.

Isso porque, na nossa sociedade, a morte e os temas associados a ela costumam ser evitados.

Raramente se fala em uma preparação para a morte, como parte do ciclo de vida.

E tudo aquilo que é estigmatizado, tende a ser evitado ou negado. 

Surge, assim, uma tendência a se medicalizar o luto, a tratá-lo como uma doença.

Isso como forma de evitar a tristeza e os sentimentos decorrentes do processo de luto. 

É preciso compreensão de que o luto tem sua função e seu papel.

Ele corresponde à fase de elaboração da perda e da reorganização que esta perda implica.

A exemplo, a morte de um parente pode implicar na reorganização da vida familiar, suas funções e papéis.

Apesar de muitas vezes difícil, o luto é um período específico e passageiro.

Alguns sinais de complicações no luto

Em alguns casos, contudo, podem haver complicações no processo de luto.

Significa dizer que podem haver obstáculos para que ele caminhe para seu término.

Então, o que seria passageiro ganha uma dimensão maior e se prolonga de maneira excessiva.

Em alguns casos, a pessoa vivencia o luto com tanta intensidade, o que impacta negativamente diversas áreas da vida. 

Ainda há situações em que a pessoa em processo de luto e, diante do sofrimento, pode colocar sua saúde e vida em risco.

Suporte no luto

Nestes casos, é necessária uma atenção especial.

Torna-se, portanto, benéfico um maior suporte da família e amigos.

Além disso, recomenda-se a busca por ajuda especializada de profissionais da saúde.

Entre eles, médico da família, psicólogo ou psiquiatra.

Se a necessidade é de atendimento gratuito, é possível encontrá-lo através das Unidades Básicas de Saúde, vinculadas ao SUS.

Estes cuidados podem prevenir que o luto e situações decorrentes da perda desencadeiem um quadro como, por exemplo, o de depressão.

Se há maior duração e intensidade do sofrimento, o mais adequado é buscar ajuda profissional.

Ela pode ser muito bem-vinda para auxiliar você a atravessar este período de maior fragilidade emocional.


Lara perfilOlá! Meu nome é Lara Dias, psicóloga (CRP 12/12269) desde 2002. Meu compromisso é oferecer atendimentos psicológicos de forma acolhedora e ética. Gostaria de agendar uma consulta?


 

error: Content is protected !!
× Olá!